Bairros Saudáveis

O Programa Bairros Saudáveis é um programa público, de natureza participativa e base territorial, para melhoria das condições de saúde, bem estar e qualidade de vida em territórios vulneráveis.

 

Dirige-se a todo o território continental nacional.

 

Nesta páginas podes encontrar as várias informações recolhidas durante as várias fases do programa, desliza para baixo e experimenta!

O que podes encontrar?

1.

Quem se envolveu?

2.

Para fazer o quê?

3.

Quanto dinheiro angariou?

1.

Quem se envolveu?

4.

Que territórios foram abrangidos?

Ao passar o rato por o mapa em baixo podes saber o número total de entidades que participaram no programa com uma ou mais candidaturas.

Dividimo-las em três categorias: Entidade da Economia Social, Entidade Pública e Entidade Informal. Desta forma consegues perceber nos vários pontos do território que tipo de associação mobilizou mais candidaturas.

Dentro das Entidades da Economia Social estão IPSS's, Associações sem fins lucrativos e muitos outros, dentro da Entidade Informal, estão as candidaturas em nome individual ou de colectivos informais e nas Entidades Públicas as câmaras municipais, juntas de freguesia e outros grupos públicos como o IEFP.

Economia Social

Informal

Pública

2.

Para fazer o quê? Eixos de Intervenção

Ao passar o rato por os esquemas em baixo podes ficar a saber o número de vezes que cada eixo de intervenção que o programa propõe foi mencionado nas várias candidaturas de cada zona.

Os vários eixos que o programa propõe são: A Saúde, o Ambiental, o Económico, o Social e o Urbanístico.

Na mesma candidatura podem haver vários eixos a serem respondidos.

Podes descobrir aqui de que eixo são as maiores preocupações das candidaturas nas várias zonas do país.

3.

Quanto dinheiro angariou? 

Ao passar o rato pelo mapa em baixo podes saber o número total de dinheiro que foi mobilizado pelas candidaturas.

No processo e candidatura as entidades tinham de decidir o valor a que se queriam candidatar, havia três categorias, até 5000 euros para ações pontuais, de 5000 a 25000 euros para ações de maior dimensão e de 25000 a 50000 euros para ações integradas.

Os candidatos tinham ainda de dizer se tinham já arrecadado algum financiamento para o projecto que estavam a apresentar. 

Neste mapa podes descobrir esses dois valores, o pedido e o angariado para cada zona do país. 

4.

Que territórios foram abrangidos?

Nos mapas em baixo podes ver a dispersão das candidaturas e as zonas do país com alta e baixa densidade no mapa da esquerda e os rendimentos médios no mapa da direita.

30% das candidaturas foram feitas a partir dos territórios que têm apenas 20% da população e consequentemente 70% onde estão os restantes 80% da população. No mapa da esquerda podes ver a diferença de valores entre estas duas categorias ao passar o rato pela diferentes localizações.